Publicado em: 05/11/2018.

O Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) participou, entre 22 e 24 de outubro, da 18ª Conferência Internacional Anticorrupção (IACC, na sigla em inglês), realizada em Copenhague, na Dinamarca. O tema dessa edição foi “Juntos pelo desenvolvimento, paz e segurança: agora é a hora de agir”. 

O evento ressaltou a necessidade de transformar compromissos de combate à corrupção e promoção da transparência, firmados em conferências e convenções anteriores, em ações concretas, avaliando os progressos e lacunas. A Conferência foi organizada pela Transparência Internacional, em parceria com o Governo da Dinamarca, representado pelo Ministério de Relações Exteriores. 

Integridade de empresas estatais 

O coordenador-geral de Auditoria de Estatais dos Setores de Logística e Serviços, Daniel Motta, participou do painel “Hora de consertar as coisas: prevenindo a corrupção em empresas públicas”. A apresentação contou com a presença de representantes da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), da Transparência Internacional, do Banco Europeu para Reconstrução e Desenvolvimento (EBRD) e da Companhia Egípcia de Eletricidade. 

O objetivo do painel foi auxiliar os processos da OCDE e do G20, entre outros organismos, no desenvolvimento de orientações para governos, empresas e sociedade civil, visando aprimorar a integridade e transparência das empresas estatais, por meio da discussão de exemplos práticos de várias partes do mundo, sobre como essas empresas podem se manter livres da corrupção e cumprir o propósito de agir em prol do bem público. 

Motta apresentou o Programa de Avaliação de Integridade de Estatais desenvolvido pelo Ministério da Transparência, com destaque aos principais resultados alcançados, os avanços observados desde o início do programa e as oportunidades e desafios que enfrentados no momento atual. 

A CGU também estava representada no evento pelo superintendente de Minas Gerais, Breno Alves, e pelas servidoras Isabela Cançado de Amorim, da unidade regional mineira, e Giovana Bertolini, da Secretaria de Transparência e Prevenção da Corrupção (STPC). 

Evento Global 

A IACC é o principal fórum global do mundo que reúne chefes de estado, sociedade civil, setor privado e público para enfrentar os desafios cada vez mais sofisticados da corrupção. A Conferência, fundada em 1983, ocorre geralmente a cada dois anos em uma região diferente do mundo e hospeda de 800 a 2 mil participantes de mais de 135 países. 

O evento avança nos temas da agenda anticorrupção, aumentando a conscientização e estimulando o debate. Além de promover o trabalho em rede e o intercâmbio global de experiências, as conferências também permitem a cooperação internacional entre o governo, a sociedade civil, o setor privado e os cidadãos. 

Esta edição contou com o apoio do Ministério para Cooperação e Desenvolvimento da Alemanha (BMZ), da Agência Alemã de Cooperação Internacional (GIZ), do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (UNDP) e do Departamento de Estado dos Estados Unidos (USDOS). 

O Brasil sediou, em 2012, a 15ª IACC, em Brasília (DF), sob o tema “Mobilizando Pessoas: Conectando Agentes de Mudança”.

Fonte: http://www.cgu.gov.br/noticias/2018/11/cgu-participa-da-18a-conferencia-internacional-anticorrupcao-na-dinamarca